O Mergulho de Sidemount – O que é? Por que mergulhar com esta configuração?

Alexandre e Udayam na Mina da Passagem – Foto por Ivan Costa Santos

O mergulho de Sidemount é o mergulho com cilindros montados lateralmente e abaixo das axilas do mergulhador ao invés de ser montado nas costas (Backmount).

Histórico

Surgiu a partir da necessidade de explorar cavernas com passagens bem restritas, na década de 60, na exploração do sistema de cavernas de Wookey Hole – Inglaterra. Devido a facilidade de desmontar e carregar os cilindros durante a exploração tanto em áreas secas quanto alagadas. Depois foi adotado nos anos 70 pelos exploradores de caverna da Flórida. Tudo era bem improvisado e caseiro.

Entre os anos 90 e meados de 2000, os primeiros modelos comerciais começaram a aparecer no mercado. O Sidemount se popularizou entre os mergulhadores técnicos e de caverna neste período.

A partir da metade do ano 2010, já estava se popularizando entre os mergulhadores recreativos. Um marco desta popularização foi quando a PADI, em Dezembro de 2013, lançou seu curso de especialidade de mergulho recreativo de Sidemount. Foi exatamente quando comecei a mergulhar com esta configuração.

Ivan Costa Santos nos primórdios do seu Sidemount – fevereiro/ 2015 – Local: Ocean Atlas (a maior escultura subaquática do mundo) – Foto por: Juliana Sisquini

Benefícios

Eu me tornei um aficionado desta modalidade de mergulho devido as suas conhecidas vantagens:

  • Facilidade de alinhamento (TRIM);
  • Transporte do equipamento mais fácil;
  • Versatilidade;
  • Aumento do suprimento de gás;
  • Acessibilidade;
  • Ajuste;
  • Solução de problemas.

Imaginem o quanto se pode aproveitar usando Nitrox com dois cilindros num mergulho recreativo dentro dos Limites não Descompressivos. Fazer o clássico mergulho estendido no naufrágio Victory, no naufrágio Bellucia ou dar a volta na Ilha Escalvada.

Todo este prolongamento do tempo de fundo com cilindros simples tornam essa configuração muito útil para pesquisas subaquáticas.

Fica muito mais fácil do que com uma dupla nas costas para pessoas pequenas, tanto para entradas e saídas da água quanto para arranjar os equipamentos. É muito fácil se equipar e desequipar na água.

A segurança é algo muito maior nesta modalidade por você ser capaz de resolver vários problemas com seu equipamento por literalmente estar abaixo dos seus olhos as válvulas – torneiras e reguladores.

Mergulho Técnico

Logo após o lançamento da especialidade de mergulho recreativo de Sidemount pela PADI, o manual Sidemount & Tec Sidemount Diver foi lançado pela PADI em Março de 2014. Aumentando a grade de cursos dos programas TecRec PADI.

Vale ressaltar que no curso PADI Tec Sidemount Diver você não se torna um mergulhador Técnico. Apenas se habilita a mergulhar com a configuração de mergulho técnico com até 6 cilindros (2 de gases de fundo e 4 stage/deco) dependendo de seu instrutor e seu desempenho. Com esta configuração você poderá mergulhar até o seu limite de certificação. Isto é, se você é um mergulhador Tec 50, você pode mergulhar até 50 metros. Porém se é um mergulhador Avançado, poderá mergulhar até 30 metros dentro do Limite Não Descompressivo.

Treinamento do curso Tec Sidemount PADI nas Três Ilhas – Foto: Ivan Costa Santos

Devido a sua versatilidade, em toda viagem que faço que existe a possibilidade de se fazer mergulho técnico ou estendido, levo meu Sidemount. Uso ele como Monkey Diving (Macaco), termo utilizado para mergulho com um cilindro somente montado na lateral, quando é para recreativo rápido, pois não preciso ter o arrasto (atrito na água) de dois cilindros. Mas perde a vantagem da redundância muito pregada no mergulho técnico e no mergulho solo (Self Reliant Diver).

Monkey Diving – cilindro único montado do lado esquerdo – Ivan Costa Santos fotografado por Cinzia Osele Bismarck – Local: RAS UMM SID – Mar Vermelho – Egito

Mergulho em Ambiente Coberto (Overhead Environment): Naufrágios e Cavernas

No mergulho de ambiente coberto realmente é muito proveitoso. Você tem muito mais noção do suas dimensões para não tocar no fundo nem no teto. Fora a vantagem quando já tem a certificação de Tec Advanced Wreck ou Tec Cave Diver e a habilidade dominada, você pode utilizar a estratégia No-Mount Diving para lidar com restrições bem apertadas. Esta estratégia consiste em passar os seus dois cilindros, um por vez, em seguida passa sem cilindros na restrição, somente com o colete vestido e o regulador na boca.

Mergulhador Tec 50 – Cristiano – dentro do naufrágio Victory 8b. Foto: Ivan Costa Santos
Mergulhadora Tec 45, Pauline, passando nas passagens da Ilha do Meio em Noronha. Foto: Thaiza Bucai

Equipamento Adequado

Existe uma série de equipamentos de Sidemount e muito improviso por parte de mergulhadores inexperientes ou “pseudo mestres”. Oh my Gosh!  Muita coisa não influencia na segurança, mas pode não ser muito adequado.

Coletes Equilibradores

Compre coletes para Sidemount, não invente de pegar uma asa de Backmount e usar como Sidemount. Estamos nos anos 2020, por favor! (risos)

Coletes Híbridos vs Dedicados

O apelo econômico é sempre forte. O mergulhador pensa: porque não comprar um colete híbrido que serve tanto para Sidemount quanto para Backmount. Acha que está levando vantagem. Depois que começa a usar que descobre: Ah, se arrependimento matasse! (risos)

Coletes dedicados são mais slim, bem menos volumosos, e mais hidrodinâmicos.

Colete Equilibrador Híbrido

Coletes Tec vs Rec

Depende do objetivo de seus mergulhos. A grande diferença está na capacidade de lift (levantar peso).

Outra diferença é possuir uma ou duas bexigas de flutuação com dois sistemas independentes de inflagem. Pessoalmente para os mergulhos Tec exploratórios que costumo fazer prefiro com duas.

Colete com duas bexigas de flutuação e sistema de inflagem independente

Torneiras dos Cilindros

O mais adequado são torneiras invertidas DIN modular. Mas você quer aproveitar aquele primeiro estágio Yoke que você tem? Forget it! Melhor deixar ele para mergulhos recreativos rápidos.

A haste oposta a manopla da torneira permite você usar adequadamente os seus elásticos mantendo os cilindros próximos ao seu corpo.

As torneiras devem ter manoplas de lados opostos porque facilita suas manobras durante o treinamento com ambas as mãos.

O sistema DIN é mandatório para o mergulho técnico.

Reguladores

Devem ser DIN, com giro infinito e quinta porta de baixa pressão no primeiro estágio. Caso contrário as mangueira ficam fazendo curvas e as forçando.

Vale ter os adaptadores para YOKE quando for em alguma operadora que não tenham torneiras DIN.

Kit reguladores Sidemount Cressi Sub

Maneira de Mergulhar

Cilindros Alinhados ou Atravessados no Corpo do Mergulhador?

Quer saber? Eu mergulho do jeito que eu quiser! Uiiii… (risos). Sim você pode mergulhar como quiser em águas abertas e longe do fundo sem danificar a vida marinha nem a visibilidade.

Configuração ruim com cilindros atravessados no corpo, quase perpendiculares. Foto: Ivan Costa Santos

Porém, se estiver num ambiente de teto? Tal como um naufrágio ou uma caverna com fundo cheio de sedimento fino? Precisará estar trimado e o equipamento também, bem como sem ter nada pendurado.

Tem mais, se o ambiente for de águas abertas com baixa visibilidade? Você terá que ficar próximo ao fundo igual no interior de um ambiente com teto. Portanto precisará ficar com os equipamentos presos e alinhados.

Instrutor Cristiano trimado com seus cilindros alinhados. Foto: Ivan Costa Santos

Então por que não ter bons hábitos? 

“Old Habits Die Hard.”

Conclusão

Na minha opinião, o mergulho é algo incrível e engrandecedor.  Quanto mais modalidades de mergulho experimento mais quero me especializar. O Sidemount é uma delas. Garanto que depois que você experimentar vai viciar.

Junte-se ao time dos mergulhadores de Sidemount e vamos nos divertir mergulhando juntos!

Ivan Costa Santos em Pedras Secas – Noronha. Foto: Thaiza Bucair

Por:

Ivan Costa Santos
PADI Course Director

Quer saber mais?

Solicite um Orçamento
Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?